Tipos de Cogumelos

Durante quase toda a minha vida, cogumelos comestíveis não passavam dos champignons que a minha mãe comprava em conserva para colocar no Strognoff. 

Há alguns anos, descobri o funghi secchi, e me apaixonei por seu sabor marcante e diferente. Depois, conheci outros dois tipos,  o shitake e o shimeji, este último levei um tempo para experimentar, visto que sua aparência não é das melhores. Depois, eu comecei a reparar neles nas prateleiras do supermercado, e hoje você encontra alguns tipos até no Sacolão (hortifruti).

Existe uma grande variedade de cogumelos comestíveis, e outros tantos que não são, por isso não saia catando cogumelos na grama, ok!

Os tipos mais conhecidos, atualmente, são os champignons de Paris, os Funghis Secchis, Porcini, Portobello, Shitake e Shimeji.  Os cogumelos têm alto valor protéico, chegando a 35% em 100 gr, são ricos em vitaminas do complexo B e de vitaminas C e D, além de minerais como potássio, cálcio, iodo, sódio e fósforo. Ah, e ainda têm baixo teor de gordura, além de serem muito saborosos. Ou seja, são ótimos para a sua saúde e para o seu paladar. 

Então, agora que você já sabe que os cogumelos são super saudáveis, pare de torcer o nariz para eles e comece a introduzi-los na sua alimentação. Aqui vai uma ajudinha para você conseguir destinguir os tipos de cogumelos, como usá-los,  em que prato ficam bons, etc.




Shitake: é um dos meus preferidos e um dos mais conhecidos por aqui, e é também o segundo mais consumido no mundo. É ótimo para quem precisa controlar a pressão arterial e ainda reduz o nível do colesterol e fortalece o sistema imunológico, inibe o desenvolvimento de tumores, vírus e bactérias. Sua aparência é a de um cogumelo comum, porém costuma ser maior do que os outros tipos. Ele tem o chapéu grande e "carnudo", numa cor marrom. Ficam ótimos em molhos, risottos, massas, bruschettas, ou apenas refogados com manteiga e shoyu. Ah, é considerado um poderoso afrodisíaco! 




Shimeji: Este é o cogumelo que tem a pior aparência, na minha opinião. Mas o que ele tem de feio, tem de gostoso também, e o melhor é que são os menos calóricos, com apelas 6 kcal  a cada 100gr. Também é rico em vitamina B12, e estudos recentes apontam como aliado no combate ao câncer e colesterol. Os shimejis crescem em pencas, e cada cogumelo cresce até cerca de 2 cm (o chapéu), com talos finos e longos, são pequenos mesmo. Podem ser encontrados do tipo claro e escuro. São consumidos em molhos, risottos, massas ou refogados em manteiga e shoyu, assim como o shitake.



Paris: É o cogumelo que a maioria das pessoas conhecem - o champignon, e é também o tipo mais cultivado e consumido no mundo. O champignon de Paris é claro, e tem o chapéu bem arredondado e "carnudo", com o talo curto. Sua textura macia possibilita inúmeras possibilidades na cozinha. Você pode usá-los frescos ou em conservas, em molhos, pizzas, lanches, omeletes, saladas, massas, aperitivos, etc... Aqui tem uma receita deliciosa com cogumelos Paris frescos, Conchiglioni Maremonte.





Portobello: É a versão madura do cogumelo Paris. São cogumelos grandes, com cerca de 7 a 10 cm, ou até mais, com a parte interna do chapéu bem escura. Seu tamanho e textura mais rígida, possibilitam que sejam recheados e servidos como entradas. Pode ser usado também em sopas, carnes e saladas.


 


Porcini: É o queridinho dos italianos, e meu também. O porcini é um cogumelo com a base mais grossa, parecendo um tronco, e seu chapéu costuma ser mais largo. Os mais maduros podem chegar a 1 kg. No Brasil, costuma ser encontrado desidratado e seco, o conhecido Funghi Secchi. Na versão seca, tem seu aroma e sabor mais acentuado. Para incluir nos preparos, deve ser reidratado em água ou caldo quente. Ficam deliciosos em molhos, risottos e sopas. Já fiz um risotto delicioso com este Funghi Secchi, a receita está aqui! Existem vários tipos de Funghi Secchi, mas os feitos de Porcini são mais caros, porém, muito melhores.




Ostra ou Hiratake: São cogumelos da mesma família do Shimeji. Possuem formato irregular e podem ser encontrado nas cores brancas e salmão. O seu consumo ajuda o sistema imunológico, possui função hipoglicêmica, anti-inflamatória, diminui o colesterol e a pressão arterial. Acompanha muito bem carnes, molhos, saladas. 




Acima, algumas sopas para inspirar vocês. Em sentido horário: Creme de Shitake servido em copos, Creme de Shitake com Cogumelo Castanho, Sopa de legumes com Cogumelos Paris, Sopa com Shitake e Creme de Shitake, Cogumelos Ostra e Porcini.

Você pode preparar pratos combinando alguns cogumelos, como nas sopas acima, ou num delicioso Risotto ou molho para massas, como este Molho Cremoso de Funghis.

Dicas para comprar cogumelos frescos: prefira sempre os de consistência mais firmes, evitando cogumelos danificados ou com cheiros estranhos. Verifique se há umidade excessiva na embalagem, o que pode indicar que estejam apodrecendo. O cogumelo Paris não deve apresentar manchas, tem que ser claro. Em geral, não devem apresentar fissuras nem manchas escuras. Verifique a validade, os cogumelos frescos devem ser consumidos em, no máximo, uma semana após colhidos.


Armezene-os na geladeira e para aumentar sua validade para até 10 dias, faça furos na embalagem, deixando-a aerada. Os cogumelos continuam vivos mesmo depois de colhidos, por isso precisam respirar, mas o contato excessivo com o ar pode oxidá-los.

Cozinhando cogumelos frescos: Evite lavar os cogumelos, como são esponjosos, tendem a absorver muita água. Limpe os com papel toalha ou pano umedecido, mas se realmente precisar, lave-os rapidamente e seque imediatamente. Com exceção do funghi secchi, nunca deixe os cogumelos frescos de molho. Corte os talos muito sujos ou rígidos e descarte-os ou reserve para uma sopa cremosa. Cozinhe por pouco tempo, caso contrário os cogumelos podem ficar borrachudos.


Dica: Aqueça bem a panela antes de colocar os cogumelos frescos, e cozinhe por até 5 minutos. Hidrate-os em vinho seco ou saquê enquanto cozinham. 


Os cogumelos ainda têm um preço pouco acessível, principalmente o porcini. Mas com tantos benefícios e com  um sabor inigualável, vale muito a pena inserir nas suas refeições eventualmente.

15 comentários:

  1. Chefs da Confraria, vocês são demais! Assim que vi o título do post de vcs lá no meu painel vim correndo ler! ADORO cogumelos!! E os meus preferidos são Shitake e Shimeji. Não sabia que não era pra lavar!! Ops!
    Tá tudo muito bem explicado e as receitas parecem todas ótimas!
    Sou super fã de vocês e desejo muito sucesso, viu!
    Mel.

    ResponderExcluir
  2. Patiii
    Que post maravilhoso. Amei, amiga. mega útil e muuuito inspirador.
    Parabéns!!!!

    ResponderExcluir
  3. Menina, esse post é uma enciclopédia riquíssima :o
    Tô positivamente besta com a tua pesquisa :o
    Adorei!!!
    Estou lendo ainda ;)
    Um abraço,
    Queila

    ResponderExcluir
  4. Oi Mel! Obrigada pelos elogios e pelo carinho!

    Eu também adoro Shitake e Shimeji, gosto de fazer molhos com os dois juntos.

    Beijinhos flor

    ResponderExcluir
  5. Ju e Queila, obrigada queridas! Estava há tempos querendo escrever sobre os diferentes tipos e o manuseio dos cogumelos, já que muita gente sempre me dizia que só comprava os em conserva porque eram garantidos, sem ter ideia do sabor e dos diversos benefícios que os cogumelos frescos têm.

    Beijão queridas!

    ResponderExcluir
  6. Adorei as explicações!!!
    Flor, hoje a #DICA DE VIAGEM é sobre o lançamento do livro da minha mãe. Não deixe de ver!
    Bjs
    www.comerrezando.blogspot.com

    ResponderExcluir
  7. Eu ia fazer um comentário, mas, após ler os demais, achei desnecessário. Parabéns!!!

    ResponderExcluir
  8. Voces sabem indicar qual é o tipo de cogumelo que corresponde melhor ao "Cèpes" francês?

    ResponderExcluir
  9. Adorei o conteúdo do post! agora uma questão:
    Você sabe qual cogumelo brasileiro corresponde ao "Cèpes" frances?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Pat.

      Acredito que este tipo de cogumelo ainda não tenha um correspondente no Brasil.

      Excluir
  10. Qual o tipo de cogumelo os ingleses comem no café da manhã?

    ResponderExcluir
  11. Qual o tipo de cogumelo mais usado pelos ingleses no café da manhã?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Carol.

      Eu não conheço o café da manhã inglês, mas pelo que vi numa rápida pesquisa, são muito comuns os cogumelos Paris, que é champignon fresco, e o Castanho. Espero ter ajudado.

      Excluir
  12. Muito obrigada pela ajuda...aprendi muito, bjs

    ResponderExcluir
  13. Olá pessoal do Confraria dos Chefs! O blog de vcs está ótimo!! Sensacional o post sobre cogumelos, adorei! Super esclarecedor! Estou recomendando o Blog Confraria dos Chefs lá no nosso Blog Dicas Restaurantes. Se quiserem conhecer, são muito bem vindos!! Um abraço, Isabela Sanches. dicasrestaurantes.blogspot.com

    ResponderExcluir

Printfriendly

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

CONFRARIADOSCHEFS.COM
O conteúdo de texto e imagens desde blog está sob licença de Creative Commons. Você pode reproduzir o conteúdo, mas sempre atribuindo créditos com link para o post original. Todas as imagens são de autoria de Patrícia Beatriz e estão sob copyright e a reprodução destas imagens é proibida. Quando as imagens não forem de minha autoria, estarão acompanhadas com os links de seus respectivos autores.