Soufflé de Queijo Gruyère

Depois que me arrisquei no mundo dos soufflés fazendo este delicioso Souflé de Chocolate, fiquei morrendo de vontade de experimentar um salgado. E o eleito para a minha estreia foi este, de Queijo!

Embora pareça ser uma receita complicada de fazer, o soufflé é relativamente simples, tendo alguns segredinhos importantes (o principal ée meio difícil de conseguir fazer): não fazê-lo sofre um choque término ao sair do forno! Neste caso, me saí melhor no de chocolate, neste de queijo ele murchou mais rapidamente, mas ainda assim ficou com uma crosta crocante e fofinho e aerado por dentro... e muito gostoso.


Outras dicas para conseguir um lindo soufflé, do chef Raphael Durand Despirite, especialista e dono desta receita:


1. Todo Soufflé deve ter uma base. Nos salgados geralmente usa-se o molho béchamel bem encorpado e bem cozido, para não ficar com gosto de cru. No caso dos doces, usa-se como base o creme de confeiteiro.


2. As gemas devem ser acrescentadas uma a uma à base, sem parar de mexer, pois se o creme estiver quente e forem todas adicionadas juntas, pode se transformar num omelete.


3. É recomendável que os recheios ou aromatizantes do suflê sejam marcantes. Isso porque o acréscimo das claras batidas tende a diluir o sabor. Os ingredientes mais comuns são queijos, especialmente o gruyère e o emmenthal, frutos do mar ou carnes cozidas bem picadas, vegetais, verduras frescas e cogumelos.

4. Bata bem as claras em neve na batedeira. O resultado deve ser uma espuma de claras com bolhas de ar minúsculas. Quanto menores as bolhas, mais firme será a mistura e mais resistente à temperatura do forno. Uma pitada de sal ajuda a estabilizar a consistência.
5. Ao adicionar as claras batidas à base, use uma escumadeira. “É o utensílio mais apropriado para não quebrar a leveza da mistura”, avalia Despirite.
6. Use ramequins (fôrmas) untados com manteiga (para que não grudem) e polvilhados (para que cresçam facilmente). Os redondos, em porções individuais, distribuem melhor o calor e mantêm o suflê fofinho por mais tempo. A massa deve ser colocada cuidadosamente nas fôrmas com uma colher ou uma concha, para evitar que as bolhas de ar se desfaçam. Encha apenas dois terços, para que não transbordem.
7. Asse os suflês assim que as claras forem incorporadas à base. Antes de levar ao forno faça uma crosta (de queijo, para os salgados, e de açúcar, para os doces) e limpe as bordas dos ramequins para que o crescimento seja uniforme.
8. Coloque os suflês imediatamente no forno pré-aquecido, em potência máxima (220º C). Não mexa nos suflês enquanto assam. A queda de temperatura quando se abre a porta do forno é suficiente para afetar a receita. Com o calor, o ar contido nas bolhas da clara em neve se expande e, consequentemente, faz crescer o volume da massa.
9. Retire quando os suflês estiverem dourados e crescidos. O tempo médio de cozimento costuma ser de dezesseis a dezoito minutos. O modelo ideal de forno para o suflê é aquele que oferece calor por todos os lados. “O forno caseiro geralmente emite calor apenas na parte de baixo. A dica é colocar pedras refratárias nas laterais da prateleira do forno, para que a temperatura se distribua uniformemente”, revela o chef.
10. Para verificar o ponto do suflê, coloque delicadamente um palito na lateral. Assim como fazemos com bolos, o palito deve sair seco. Sirva o suflê imediatamente



Você pode fazer em uma forma maior ou em ramequins específicos para soufflés. Sirva acompanhado de um grelhado, com alguma saladinha. 





Soufflé de Queijo Gruyère
Serve 4 pessoas:


Você vai precisar de:

  • Para o molho béchamel:
  • 400 ml de Leite
  • 10 gr de Cebola Brunoise
  • 35 gr de Manteiga
  • 1 folha de louro
  • 35 gr de Farinha
  • Sal e noz-moscada a gosto

  • Para o souflê:
  • 250 gr de bechamel
  • 100 gr de Queijo Gruyère 
  • 3 Gemas 
  • 4 claras
  • 40 gr de Queijo Parmesão ralado 
  • Manteiga para untar
    Farinha para untar

    Para os Filés:
    4 escalopes de Contra Filé
    Alho picado
    Alecrim
    1/4 de xícara de whisky
    1 colher de sopa de Cebola Brunoise
    Sal e Pimenta do Reino
    Manteiga 
    Azeite

    Preparo: 

    1. Pré aqueça o forno.

    2. Comece pelo molho béchamel, veja o preparo aqui. Assim que engrossar, baixe o fogo e adicione o queijo gruyère ralado e mexa até que o queijo derreta. Em seguida, adicione as gemas uma a uma, sem parar de mexer, formando um creme homogêneo. Reserve.


    3. Batas as claras em ponto de neve, com uma pitada de sal, que ajuda a estabilizar as claras. Com uma escumadeira, pegue porções de claras e incorpore-as à massa de queijo, delicadamente, mexendo com um fouet, de baixo para cima.


    4. Unte as formas com manteiga e farinha (uma média ou 4-6 ramequins, vai depender do tamanho). Coloque a massa até que preencha 2/3 da forma, se colocar mais que isso pode transbordar. Polvilhe com queijo ralado e leve para assar em forno a 220 graus. Assim que eles crescerem e estiverem douradinhos em cima, desligue o forno e retire-os com cuidado do forno. O tempo médio no forno varia entre 15 a 20 minutos. Sirva imediatamente.


    5. Para os filés: Temperei os escalopes de carne com sal, pimenta do reino, alho picado e alecrim. No grill com um pouco de manteiga e um fio de azeite, grelhei os escalopes com uns 2 ramos de alecrim. No mesmo grill, deglacei o fundo com 1/4 de xícara de whisky, juntei mais uma colher de manteiga misturada com 1/4 de cubo de caldo d carne e uma colher de sopa de cebola picada. Junte 1/3 de xícara de água e retirei os ramos de alecrim antes de servir.


    Servir os escalopes com o molho por cima.



Um comentário:

  1. Pati, que delícia de souffle!
    Bjs
    http://www.batalhagourmet.blogspot.com

    ResponderExcluir

Printfriendly

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

CONFRARIADOSCHEFS.COM
O conteúdo de texto e imagens desde blog está sob licença de Creative Commons. Você pode reproduzir o conteúdo, mas sempre atribuindo créditos com link para o post original. Todas as imagens são de autoria de Patrícia Beatriz e estão sob copyright e a reprodução destas imagens é proibida. Quando as imagens não forem de minha autoria, estarão acompanhadas com os links de seus respectivos autores.