Camarão ao Molho de Champagne


Eu adoro o poder que a comida tem de agregar pessoas. E eu adoro cozinhar para receber amigos queridos! Ás vezes é até difícil definir um cardápio, pois quero fazer sempre uma comidinha bem gostosa para deixar meus convidados contentes e satisfeitos!

Na outra semana recebemos a visita dos nossos queridos amigos e padrinhos e fiquei na maior dúvida do que faria para eles, e quem escolheu o prato principal foi o marido. 


Foi a primeira vez que eu preparei este molho de Champagne, que foi inspirado na receita da Lagosta do querido Claude Troisgros, com algumas adaptações. O resultado foi um molho suave, aveludado e muito saboroso, e que de tão gostoso foi repetido na semana seguinte com Lagostins, desta vez para receber os meus pais!

De guarnição, também resolvi arriscar algo inédito na minha cozinha. Aliás, era algo que eu nunca havia experimentado - o Arroz Negro! Ganhei do meu pai alguns quitutes no Natal e estava morrendo de vontade de experimentar esse arroz. Pesquisei um pouco na internet e decidi fazê-lo com camarões, pois conforme muitas indicações, este arroz combina com pratos mais suaves e tem um sabor acastanhado. A combinação ficou perfeita! Eu e o marido experimentamos também com o arroz branco, e este prato ficou melhor com o Negro.

De entrada, eu servi os Potinhos de Siri, que já mostrei para vocês aqui. Este cardápio é ótimo para várias ocasiões e é perfeito para você preparar na Sexta-feira Santa, se for cristão e abdicar da carne vermelha neste dia. 


Tempo de Preparo: 60 minutos
Serve: 4 pessoas
Utensílios: Tigelas e Panelas

Você vai precisar de:

1,2 Kg de Camarão (600 gr de camarão limpo)
1 1/2 Cebola picada
1/2 Cenoura picada
2 dentes de Alho ralado
1 Folha de Louro
500 ml de Espumante (Brut ou Demi Sec - Moscatel não!)
 1 colher de sopa de Farinha de Trigo
2 colheres de sopa de Manteiga
300 gr de Nata (ou creme de leite fresco)
1 Buquê Garni
1 punhado de Casca de Camarão
Azeite

Buque Garni: use as ervas que tiver em casa e amarre os raminhos com um barbante ou com a própria cebolinha. O meu fiz assim:

1 Folha de Louro
1 ramo de Salsinha
1 galho de Alecrim
1 galho de Tomilho
1 ramo de Cebolinha


Preparo:

1. Prepare a marinada, colocando em uma tigela os camarões limpos, 3 colheres de sopa de cebola picada, o alho ralado, o azeite, 1 folha de Louro, sal, pimenta e cubra com a espumante. Feche com um filme plástico e deixe marinar na geladeira por 1 hora.


2. Passado o tempo, retire os camarões da marinada, reservando o caldo.

3. Em uma panela, refogue o restante da cebola com um fio de azeite até que fique transparente. Neste momento, acrescente a cenoura e as cascas de camarão. Refogue por uns dois minutos e junte o caldo da marinada e o buquê garni. Deixe cozinhar até reduzir pela metade.

4. Enquanto isso, em uma frigideira grelhe os camarões aos poucos em um fio de azeite, somente até ficarem rosados dos dois lados. Evite colocar grandes quantidades de uma só vez, para evitar que o camarão solte líquido.  Reserve.

5. Quando o molho tiver reduzido, coe com uma peneira e volte o líquido para a panela. Acrescente a nata, misture bem e em seguida misture a farinha de trigo na manteiga e incorpore ao molho, mexendo para que engrosse um pouco. Acerte o sal e a pimenta, acrescente os camarões e sirma imediatamente.



Arroz Negro:

1 1/2 xícara de Arroz Negro
1/2 Cebola picada
3/4 de xícara de Vodka
1 envelope de Caldo de Legumes
Azeite
Sal


Preparo: 

1. Coloque o Arroz Negro de molho em 3 xícara de água quente e deixe descansar por cerca de 30 minutos. Escorra o arroz e reserve o líquido que ser formou (uma água preta).


2. Coloque o líquido em uma panela e dissolva nela o caldo de carne e mantenha esse caldo quente.

3. Em outra panela, refogue a cebola no azeite e em seguida acrescente o arroz negro escorrido, e refogue mais um pouco. Acrescente a vodka e quando reduzir cubra o arroz com o caldo e sempre que começar a secar, acrescente mais caldo. O meu arroz cozinhou por cerca de 30 minutos, e eu terminei o cozimento com água, não tem necessidade de fazer mais caldo. Acerte o sal e sirva com o molho.




7 comentários:

  1. Oi Pati. Arrasou!! Será que consigo fazer? Hehehe...
    As fotos estão de abrir o apetite!

    Hoje tem kit papelaria gratuito no Receber e Celebrar. Um presentinho pra Páscoa, tá?

    Beijos
    Mel

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada Mel! É claro que você consegue fazer! E eu já vi o kit, adorei!

      Beijão

      Excluir
  2. Senhor, que prato mais lindo! Babei tudo aqui, esse arroz negro faz um contraste bonito né? Eu vi no super mas fiquei com medo de comprar, é mesmo bom e fácil de fazer?

    Vou fazer este prato com a entradinha de Siri tb, como você fez, acho que vai dar certo!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pode fazer o arroz negro sem medo, ele fica mesmo gostoso e é tranquilo de fazer. Só demora mais tempo no fogo, assim como o arroz integral.

      Beijinhos e Feliz Páscoa!

      Excluir
  3. ficou faltando dizer como usou a vodka no arroz, se puder explicar fica mais fácil...rs..obrigada!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pronto, já corrigi. Obrigada por me avisar!

      Beijos

      Excluir
  4. Comi esse arroz negro em um restaurante e amei! Vou fazer ele agora pra ver se vai ficar gostoso também! OBS: primeira vez que entro nesse blog e jjá amei, tudo muito bem explicado e com bastante foto do preparo, parabéns pelo ótimo trabalho!

    ResponderExcluir

Printfriendly

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

CONFRARIADOSCHEFS.COM
O conteúdo de texto e imagens desde blog está sob licença de Creative Commons. Você pode reproduzir o conteúdo, mas sempre atribuindo créditos com link para o post original. Todas as imagens são de autoria de Patrícia Beatriz e estão sob copyright e a reprodução destas imagens é proibida. Quando as imagens não forem de minha autoria, estarão acompanhadas com os links de seus respectivos autores.